clínica psicologia porto

Marque Consulta

Psicoterapia

Psicoterapia Adulto

40/sessão

  • 50Minutos Sessão

Terapia Casal

Terapia Casal

50/sessão

  • 60Minutos Sessão

Localização Clínica Psicologia Porto


  • CLÍNICA PSICOLOGIA PORTO

    Rua Damião de Góis, Porto

Telemovel
Morada
Rua Damião de Góis, Porto
Horário Funcionamento

8:00 – 21:00 Seg – Sex

O que é Ansiedade Generalizada

Todas as pessoas sentem ansiedade ocasionalmente, mas se as suas preocupações e receios são tão constantes que interferem com a sua capacidade para lidar com as coisas da vida de uma forma tranquila, você pode ter ansiedade generalizada.

Ansiedade Generalizada

A ansiedade generalizada é física e mentalmente esgotante.

Esgota a energia mental, impede que durma tranquilamente e cansa o seu corpo.

Mas não tem que viver sempre assim.

Você pode libertar-se da prisão da preocupação crónica e aprender a acalmar a sua mente ansiosa.

Ansiedade Generalizada

Ao contrário de uma fobia em que o seu receio está associado a uma coisa ou situação específica, a ansiedade generalizada é muito mais difusa – é um sentimento geral de inquietação perante as várias situações da sua vida.

Este tipo de ansiedade é muito menos intenso do que um ataque de pânico, mas muito mais duradouro, tornando-se difícil e esgotante levar a vida com calma, apreço e relaxamento.

Ansiedade Generalizada

Na ansiedade generalizada as pessoas podem preocupar-se com as mesmas coisas que os outros se preocupam: assuntos relacionados com a saúde, pobreza ou crise, problemas familiares, dificuldades no emprego. Mas leva estas preocupações a um nível diferente.

Ansiedade Generalizada

Mesmo que a pessoa se aperceba que a sua ansiedade é mais intensa do que a situação mereceria ou mesmo que a acredite que a sua preocupação o está a proteger de alguma coisa correr mal, o resultado final é o mesmo.

A pessoa não consegue virar as costas aos seus pensamentos ansiosos.

Eles voltam sempre para dentro da cabeça.



Existe Diferença Entre Preocupação “Normal” e a Preocupação na Ansiedade Generalizada

Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada

Preocupação, duvidas, incertezas e receios fazem parte da vida.

É normal sentir ansiedade perante algo importante no futuro ou preocupação com as finanças ou com a saúde do próprio ou de alguém.

Ansiedade Generalizada

A diferença entre ter preocupação “normal” e ansiedade generalizada é que a preocupação na ansiedade generalizada é:

Excessiva.

Intrusiva.

Persistente.

Debilitante.

Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada
Ansiedade Generalizada

Preocupação “Normal”

A preocupação não impede que faça as suas atividades e responsabilidades diárias.

A pessoa sente um controlo sobre a preocupação.

Apesar da preocupação ser desagradável a pessoa sente que não desorganiza o raciocínio.

A preocupação está circunscrita a um certo número de coisas.

Os acessos de preocupação são limitados no tempo.

Ansiedade Generalizada

Preocupação na Ansiedade Generalizada

A preocupação impede frequentemente que faça as suas atividades e responsabilidades diárias.

A pessoa sente que a preocupação é incontrolável.

A preocupação é extremamente desgastante e desorganizadora.

A pessoa preocupa-se com todo o tipo de coisas desde as mais significativas às menos importantes e tende sempre a esperar que aconteça o pior.

A preocupação é uma constante quase todos os dias.

Ansiedade Generalizada

Ansiedade Generalizada


  • Pensamentos na Ansiedade Generalizada
  • Como se pensa na Ansiedade Generalizada
  • Consequências da Ansiedade Generalizada

Se acreditar nas seguintes afirmações é muito provável que venha a ter ou tenha Ansiedade Generalizada. Veja se tem alguns dos seguintes pensamentos. A melhor forma de perceber se o seu problema é Ansiedade Generalizada é identificar o que acredita ser a importância da preocupação.

  • Se não me preocupar, serei descuidado e irresponsável.
  • Se me preocupar, estarei mais preparado quando surgirem acontecimentos imprevisíveis.
  • Preocupo-me para saber o que fazer.
  • Se estiver sempre preocupado, ficarei menos desiludido quando acontecer algo sério.
  • O facto de me preocupar ajuda-me a planear o que devo fazer para resolver um problema.
  • Só o facto de me preocupar pode prevenir que os imprevistos aconteçam.
  • Se não me preocupar, serei uma pessoa negligente e descuidada.
  • O facto de me preocupar confirma que sou uma pessoa prudente.
  • É com a preocupação que me empenho no trabalho que tenho que fazer.
  • Preocupo-me porque me ajuda a encontrar uma solução para os problemas.
  • O facto de me preocupar mostra que sou uma pessoa que toma conta dos assuntos.
  • Pensar demasiado em coisas positivas pode evitar que elas ocorram.
  • Se um azar acontecer, sentirei menos responsabilidade e menos culpa se me tiver preocupado com isso.
  • É através da preocupação que encontro a solução para fazer as coisas.
  • A preocupação estimula-me e faz-me ser mais eficiente.
  • O facto de me preocupar incita-me a agir e motiva-me a fazer as coisas que necessito fazer.
  • O próprio facto de me preocupar reduz o risco de que alguma coisa séria possa acontecer.
  • Através da preocupação, faço determinadas coisas que não decidiria fazer se não me preocupasse.
  • Se me preocupar menos, diminuo as possibilidades de encontrar a melhor solução.

As seguintes afirmações expressam atitudes que habitualmente as pessoas com Ansiedade Generalizada demonstram ter face à preocupação. Se tiver estas atitudes é muito provável que venha a ter ou tenha Ansiedade Generalizada.

  • Preocupando-me, reorganizo e planeio melhor o meu tempo.
  • Preocupar-me começa como um processo de me preparar para enfrentar novas situações.
  • A preocupação clarifica os meus pensamentos e a concentração.
  • A preocupação funciona como um estimulante.
  • A preocupação desafia-me e motiva-me, sem isso não conseguiria muito na vida.
  • No fundo sei que não necessito de me preocupar tanto, mas não consigo evitar.
  • A preocupação dá-me a oportunidade para analisar as situações e trabalhar os prós e contras.
  • A preocupação permite-me trabalhar o pior que pode acontecer, portanto quando isso não acontece, as coisas são melhores.
  • A preocupação faz-me fazer coisas porque aumenta os meus níveis de adrenalina.
  • Se tenho que fazer alguma coisa, tenho que me preocupar com isso.
  • A preocupação faz-me refletir na minha vida quando me coloca questões que normalmente não me colocaria se estivesse tranquilo.
  • A preocupação acrescenta apreensão ao problema e como tal conduz-me a explorar diferentes possibilidades.
  • A preocupação aumenta a minha consciência, o que faz aumentar o meu desempenho.

As seguintes afirmações expressam as consequências que habitualmente as pessoas com Ansiedade Generalizada demonstram ter face na sua vida diária. Se tiver estas atitudes é muito provável que venha a ter ou tenha Ansiedade Generalizada.

  • Preocupar-me distorce o problema que tenho e, portanto, sou incapaz de o resolver.
  • Preocupar faz-me sentir deprimido e, portanto, dificulta-me a concentração e o empenho nas coisas.
  • Quando estou preocupado, estou impedido de agir decididamente.
  • A preocupação enfraquece o meu nível de energia na resposta aos acontecimentos que me preocupam.
  • A preocupação faz-me sentir tenso e irritado.
  • A preocupação faz-me sentir stress.
  • A preocupação impede-me de lidar com certas situações.
  • A preocupação torna-me irracional.
  • A preocupação põe-me agitado.
  • A preocupação aumenta a minha ansiedade e, portanto, diminui o meu desempenho.
  • A preocupação impede-me de pensar claramente.
  • A preocupação faz-me focar nas coisas erradas.
  • Torno-me paranoico quando me preocupo.
  • A preocupação dá-me um ar pessimista e fatalista.

Queixas na Ansiedade Generalizada

Ansiedade Generalizada

As queixas na Ansiedade Generalizada tendem a mudar e a apresentar-se em formas diferentes. É frequente a pessoa sentir-se melhor nuns dias que outros, e melhor em algumas alturas do dia e pior noutras. E apesar do stress diário não provocar ansiedade generalizada pode, no entanto, acentuar os sintomas.

Queixas emocionais na Ansiedade Generalizada

Preocupações constantes que não saem da cabeça.

Sentimento que a ansiedade é incontrolável.

Sentimento que não há nada que consiga fazer para parar a preocupação.

A pessoa sente que os pensamentos de preocupação aparecem sem a pessoa querer tê-los, esforçando-se ao máximo para se “ver livre” deles sem conseguir.

A pessoa sente uma grande dificuldade em lidar com a incerteza. Como se necessitasse de saber exatamente como as coisas vão acontecer.

A pessoa sente quase constantemente um sentimento de apreensão.

Queixas físicas na Ansiedade Generalizada

Sensação de tensão. Rigidez muscular. Músculos presos.

Dificuldade para adormecer ou manter um sono tranquilo, porque a mente não pára de pensar.

Sensação de cansaço.

Sensação de “estar à beira do esgotamento”.

Sentimento de inquietação.

Problemas de estômago, náuseas ou vómitos.

Outras queixas na Ansiedade Generalizada

Dificuldade em relaxar, divertir, aproveitar o tempo.

Dificuldade em ser o mesmo. Como se a pessoa usasse uma mascara o tempo todo.

Dificuldade de concentração.

Frequentemente a pessoa coloca as coisas de lado porque se sente esmagada e cansada pela ansiedade.

Na maioria das vezes a pessoa evita situações que a deixem ansiosa.