Pensamento Ansioso

Um dos assuntos que parece atingir todas as pessoas com ansiedade é a incapacidade para afastar o pensamento ansioso.

Assim que um pensamento ansioso salta na cabeça, torna-se muito difícil convencer-se que o pensamento não é real, que é irracional e que está errado.

As pessoas dizem para não pensar o pensamento ansioso, mas isso é impossível. Na verdade, estudos científicos comprovam claramente que quanto mais tentar não pensar num pensamento ansioso, irá na verdade pensar mais nele. Porquê? Porque para se lembrar de não pensar um pensamento ansioso você tem que pensar nele.


A verdade é que quando se tem um pensamento ansioso, tentamos recordar-nos dele.


Quando falo em pensamento ansioso, do que é que estou a falar? Estou a falar daquele pensamento do tipo “Alguma coisa está errada! Vou morrer!”, e daquele “Estou a ficar maluco!”, e também “O que vão pensar de mim!”, e ainda “O que irá acontecer se for?”, e por ultimo “Não há esperança! Não há nada a fazer!”. Vou falar de cada um, um pouco melhor neste e em artigos seguintes.


Pensamento Ansioso

Alguma coisa está errada! Vou morrer!

Este é um pensamento ansioso perturbador e comum. É aquele que mais afeta quem sofre de ataques de pânico. Surge porque o ataque de pânico origina duas coisas: uma intensa sensação de condenação, de morte, de fatalidade, e sintomas físicos que se parecem com uma doença grave, como um ataque de coração ou um AVC. É um pensamento ansioso que ocorre naquele momento, mas que deixa a sua marca através do medo de voltar a ter esse pensamento. É o medo do medo. É o medo de voltar a ter um ataque de pânico.

Este pensamento ansioso é muito difícil de controlar. Mas pode começar com alguns passos. Primeiro, vá ao médico. Só para estar com a cabeça sintonizada que não é nada físico e que podemos avançar com medidas para parar esse pensamento ansioso. Depois, pare de fazer corresponder esse pensamento a todos os outros sintomas que acabou de ter. Essa ruminação e preocupação tende a persistir muito tempo depois do ataque de pânico passar. Finalmente, mantenha um certo nível de atividade. Os ataques de pânico energizam o organismo e é preciso fazer algum exercício para descarregar toda essa adrenalina acumulada.


Pensamento Ansioso

Estou a ficar maluco!

A ansiedade cria um sentimento como se a mente lhe estivesse a falhar, a fugir ao controlo. Isso acontece porque não são apenas preocupações, mas toda uma experiencia de mal-estar intenso. Com todas as substâncias químicas produzidas no cérebro e libertadas no organismo, torna-se difícil concentrar, focalizar, o batimento cardíaco sobe a níveis altíssimos devido à descarga de adrenalina, talvez nunca tenha sentido o coração a bater tão depressa. Mas acredite o cérebro esta a funcionar lindamente, tem um sistema de alarme ligado, está em modo de luta ou fuga e produz a substancia química na medida exacta que o organismo precisa para ter uma ação. Pode sentir uma certa tontura ou dormência na cabeça e parece que não consegue controlar os seus pensamentos. É isso que faz a sensação de estar a enlouquecer.

Este pensamento ansioso continua mesmo depois do ataque de pânico ter parado porque ele próprio cria ansiedade e medo que leva a ter mais sintomas físicos. É uma espécie de ciclo vicioso. Pensamento Ansioso > Sensações no Corpo > +Pensamento Ansioso > + Sensações no Corpo > ++ Pensamento Ansioso > ++Sensações no Corpo…

Desta forma a ansiedade que parece incontrolável gera sentimentos de duvida acerca de conseguir controlar a sua mente e a sua disposição.

A realidade é milhões de pessoas lidam regularmente com a ansiedade e elas não andam a falar disso com outras pessoas. Pode ter a certeza que um em quatro pessoas tem ansiedade. A melhor forma de lidar com a ansiedade é perceber como funciona e ensinar o cérebro a responder de forma diferente a certas situações. Isso até é fácil. Não há qualquer necessidade de sofrer com isto.


Pensamento Ansioso

O que vão pensar de mim!

Muitas pessoas ficam preocupadas acerca de como os outros vão ver a ansiedade. Preocupam-se com o parecerem fracas ou perturbadas. Sabemos que é uma faculdade humana a capacidade de julgar e avaliar os outros e as situações e muitas pessoas ficam preocupadas com esse julgamento. Claro que as pessoas têm opiniões.

Mas se alguém pensar que é fraco porque tem ansiedade o que você poderá pensar dessa pessoa? Uma pessoa que não atende ao sofrimento do outro, que julga negativamente quando o outro está mal. E se essa pessoa faz isso é porque a sua ansiedade não lhe importa nada, então porque importar-se com o que ela pensa.

Por outro lado, o pensamento ansioso “O que vão pensar de mim!” gera mais ansiedade. Na verdade, é o pensamento mais frequente na ansiedade social e na fobia social.

A melhor maneira de lidar com este tipo de pensamento ansioso é ter mais aceitação acerca da ansiedade. Ups… toquei aqui num ponto sensível. Aceitar. O que acontece é que o cérebro não está pronto para aceitar este tipo de pensamento ansioso, por isso tem que aprender.


Pensamento Ansioso

O que irá acontecer se for?

Este pensamento ansioso ocorre sempre que pensa na consequência negativa, no mal que pode acontecer numa determinada situação. É o pensamento ansioso que gera ansiedade por antecipação. É uma ansiedade que dispara antes de estar lá. É muito persistente e esgotante. Está presente em quase todos os tipos de ansiedade se bem que é mais frequente nos ataques de pânico e na ansiedade social.


Pensamento Ansioso

Não há esperança! Não há nada a fazer!

A falta de esperança, a resignação, o desalento e o desespero é dos sentimentos mais persistentes em quem tem ansiedade intensa durante algum tempo. É extremamente duro lutar com tanta insistência, durante tanto tempo e tentar de quase tudo e não conseguir ganhar controlo sobre a ansiedade. E este pensamento ansioso é de facto muito frequente. Por um lado, é bom sinal, é sinal que está quase a desistir de lutar e por isso mais perto da “cura” para a ansiedade, por outro é mau que tenha passado tanto tempo a sofrer quando na realidade pode ultrapassar isso mais rapidamente quando ensina o seu cérebro estratégias que resultam. Por isso não desista. A aprendizagem de como lidar com o pensamento ansioso começou.