Timidez I

As relações interpessoais e as interações sociais são um componente essencial da natureza humana.

O ser humano é constituído para formar relações e socializar com outros seres humanos constituindo esse processo um papel muito importante no desenvolvimento da pessoa ao longo da sua vida.

Para algumas pessoas, no entanto, essas interações sociais não são nada fáceis.

Algumas pessoas têm dificuldade na iniciativa para falar e estabelecer relações. Hesitam mesmo na conversa mais casual e sentem-se ansiosas na maioria das situações sociais.


Essas pessoas têm timidez.


A timidez refere a sentir renitência social. A Timidez é a tendência para sentir-se estranho, preocupado ou tenso durante encontros sociais.

As pessoas com timidez sentem uma apreensão quando existe uma proximidade ou a eventual possibilidade de proximidade de outras pessoas.

Ao mesmo tempo que existe esta estranheza, hesitação e ansiedade em situações sociais, as pessoas também têm sintomas físicos como rubor, sudorese, batimento cardíaco acelerado e distúrbios gástricos.


Durante as experiencias de timidez existem:


Pensamentos negativos acerca de si mesmo, por exemplo “sou fraco”, “sou esquisito”

Preocupação acerca de como as outras pessoas os veem

Tendência para evitar e retirar de todas as situações sociais


O fator central da timidez é a ansiedade em situações sociais.


As pessoas com timidez têm uma ansiedade que remonta até à infância. A timidez é nesse sentido um traço de temperamento que induz ansiedade nas situações sociais. Ansiedade que pode ir desde um nervosismo ligeiro até uma ansiedade severa e incapacitante.

As crianças que têm este temperamento ansioso são referidas como inibidas. Sabe-se que este comportamento inibido tem um efeito prejudicial no desenvolvimento das relações assim como na socialização entre os amigos.

A psicologia do desenvolvimento, estabeleceu, algum tempo atrás, que as crianças que têm comportamento inibido irão ter ansiedade durante a adolescência e idade adulta, sendo esta ansiedade o aspeto que referem como mais incapacitante nas suas vidas.

O temperamento ansioso causado pela timidez está relacionado com circuitos neuronais que se estabelecem durante o desenvolvimento infantil. As pessoas que têm timidez têm um sistema límbico extremamente sensível.


Esta sensibilidade da timidez é desenvolvida através de experiencias de infância.