Timidez II

O sistema límbico é uma área do cérebro que prepara a pessoa para uma resposta à ameaça e à novidade do meio ambiente. Dentro do sistema límbico existe a amígdala que é o centro emocional e é responsável pela reação fuga-luta.

Quando a amígdala é estimulada, faz disparar no sistema nervoso uma resposta para que a situação, neste caso social, seja avaliada, enviando para o resto do corpo a informação para manter-se calmo ou evitar a situação.

Quando existe uma amígdala extremamente sensível, determina que existe uma razão para o medo, o que depois origina a facilidade com que a pessoa com timidez fique ansiosa.


A timidez está relacionada com a ansiedade social.


Considera-se que existe um continuum no qual as pessoas se posicionam entre mais tímidas logo mais ansiedade social e menos tímidas logo menos ansiedade social.

Entende-se que a ansiedade social é um receio persistente de uma ou mais situações sociais ou de desempenho social e nas quais a pessoa se sente exposta ao julgamento e avaliação das outras pessoas.

A pessoa com ansiedade social teme agir de uma forma ou demonstra ter sintomas de ansiedade e que isso possa ser embaraçoso ou humilhante.

O receio de agir de uma forma embaraçosa em situações sociais, devido à ansiedade social, faz com que a pessoa hesite e evite uma variedade de situações.


Uma pessoa com ansiedade social, pode ter receio:


Do contato visual

Iniciar uma conversa

Andar junto a outras pessoas

Falar ao telefone


A maioria das pessoas acredita que poucas pessoas têm ansiedade social.


Para alguém que não tem ansiedade social, esses comportamentos podem parecer fáceis, comuns e habituais. E essas dificuldades difíceis de entender. Mas para quem tem ansiedade social essas dificuldades são problemas graves.

A maioria das pessoas acredita que poucas pessoas têm ansiedade social. Contudo, a ansiedade social é muito mais comum do que se acredita. É de facto, o terceiro mais comum problema psicológico. Apesar da elevada prevalência, poucas pessoas conhecem esses factos.